“Não se pode falar do oceano para um sapo do brejo — criatura de uma esfera mais acanhada. Não se pode falar de um estado isento de pensamento para um pedagogo; sua visão é demasiado restrita”. — Chuang Tzu

O mundo precisa que te transformes

Quando somos colocados face a face com as consequências de nossas más ações, gostaríamos de evitar o sofrimento ou, pelo menos, de diminuí-lo. É impossível dizer com alguma precisão até onde isso pode ser feito, pois depende em parte da Graça Divina, mas em parte também depende de nós mesmos. Podemos ajudar a modificar e ás vezes até eliminar essas más consequências, se colocamos em movimento certas influências opostas. Primeiro, temos de levar profundamente a sério as lições das nossas más ações. Não devemos culpar ninguém e nada fora de nós mesmos pelas nossas fraquezas morais e pelas nossas enfermidades mentais, e não nos devemos conceder a chance de enganar a nós mesmos. Temos de sentir todas as aflições do remorso e pensamentos constantes de arrependimento. Segundo, se pretendemos ser perdoados, temos de perdoar aos outros os pecados que cometeram contra nós. Isso quer dizer que precisamos não ter maus sentimentos contra ninguém, seja quem for ou a respeito do que for. Terceiro, temos de constantemente pensar e agir ao longo da linha que indica uma direção oposta à nossa má ação. Quarto, devemos fazer a promessa, com um voto sagrado, de TENTAR nunca mais praticar essa má ação. Se realmente tencionamos cumprir essa promessa, nós a traremos com frequência à mente e à memória, e assim a renovaremos e a manteremos nova e viva. Tanto o pensamento, na proposição anterior, quanto a promessa, nesta proposição, têm de ser fortes tanto quanto possível. Quinto, se necessário for, e se quisermos fazê-lo, podemos orar ao Eu Superior pela ajuda da sua Graça e perdão nesse assunto; mas não devemos recorrer a essa oração normalmente. Ela só deve ser feita sob a instigação de uma profunda inspiração interior e sob a pressão de uma difícil situação exterior.

Em relação ao mundo exterior, não podemos satisfazer a esperança vã de guiar toda a humanidade para fora do caos em que agora se encontra, pois ela se recusará a seguir a luz que nos está guiando. Iludida pela sua natureza inferior, cega pelas suas tradições ocas e convenções hipócritas, indiferente à ainda pequena voz silenciosa da verdade apenas porque a voz da inverdade clama de modo mais impressivo através dos milhares de autofalantes investidos de interesses escusos, a raça humana continuará a debater-se de maneira confusa e a sofrer desnecessariamente. Mas aqui e ali há indivíduos que, apesar disso, saudarão a luz que trazemos. Por causa deles, temos de manter a tocha no alto, pacientemente.

ORAÇÃO AO MUNDO

Nesta época de confusão e ansiedade, de luta e preocupação, é nosso dever sagrado lembrarmos a nossa dependência de Ti, ó real Governante do mundo!

Compreendemos que a escuridão do mundo de hoje existe porque muitos esqueceram a dependência de Ti.

Aqueles cujas posições de poder ou influência, os colocaram nos conselhos das nações precisam, em sua séria responsabilidade, da ajuda da comunhão Contigo e do benefício de Tua orientação como nunca antes, para que não se desviem, caindo no erro e na fraqueza.

Por isso oraremos diariamente por eles e por nós, em minutos de devoção pessoal ou de meditação silenciosa, para que todos possam recobrar o sentimento de Tua presença. Confessaremos frequentemente nossas imperfeições e faltas, mas prometemos lutar para melhorar e enobrecer nossas vidas. Esforçar-nos-emos para deitar fora todo o pensamento mau e crença materialista. 

Nossa necessidade de Tua misericórdia e graça é enorme. Mostra-nos o modo de consegui-las, ó Pai Infinito de todos os seres, Pai cujo amor é o nosso último recurso.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
"Quando você compreende, quando chega a saber,
então traz toda a beleza do passado de volta
e dá a esse passado o renascimento, renova-o,
de forma que todos os que o conheceram
possam estar de novo sobre a terra
e viajar por aqui, e ajudar as pessoas." (Tilopa)



"Nos momentos tranqüilos da meditação, a vontade de DEUS pode tornar-se evidente para nós. Acalmar a mente, através da meditação, traz uma paz interior que nos põe em contato com DEUS dentro de nós. Uma premissa básica da meditação, é que é difícil, senão impossível, alcançar um contato consciente, à não ser que a mente esteja sossegada. Para que haja um progresso, a comum sucessão ininterrupta de pensamentos tem de parar. Por isso, a nossa prática preliminar será sossegar a mente e deixar os pensamentos que brotam morrerem de morte natural. Deixamos nossos pensamentos para trás, à medida que a meditação do Décimo Primeiro Passo se torna uma realidade para nós. O equilíbrio emocional é um dos primeiros resultados da meditação, e a nossa experiência confirma isso." (11º Passo de NA)


"O Eu Superior pode usar algum evento, alguma pessoa ou algum livro como seu mensageiro. Pode fazer qualquer circunstância nova agir da mesma forma, mas o indivíduo deve ter a capacidade de reconhecer o que está acontecendo e ter a disposição para receber a mensagem". (Paul Brunton)



Observe Krishnamurti, em conversa com David Bohn, apontando para um "processo", um "caminho de transformação", descrevendo suas etapas até o estado de prontificação e a necessária base emocional para a manifestação da Visão Intuitiva, ou como dizemos no paradigma, a Retomada da Perene Consciência Amorosa Integrativa...


Krishnamurti: Estávamos discutindo o que significa para o cérebro não ter movimento. Quando um ser humano ESTEVE SEGUINDO O CAMINHO DA TRANSFORMAÇÃO, e PASSOU por TUDO isso, e esse SENTIDO DE VAZIO, SILÊNCIO E ENERGIA, ele ABANDONOU QUASE TUDO e CHEGOU AO PONTO, à BASE. Como, então, essa VISÃO INTUITIVA afeta a sua vida diária? Qual é o seu relacionamento com a sociedade? Como ele age em relação à guerra, e ao mundo todo — um mundo em que está realmente vivendo e lutando na escuridão? Qual a sua ação? Eu diria, como concordamos no outro dia, que ele é o não-movimento.

David Bohn: Sim, dissemos que a base era movimento SEM DIVISÃO.

K: Sem divisão. Sim, correto. (Capítulo 8 do livro, A ELIMINAÇÃO DO TEMPO PSICOLÓGICO)


A IMPORTÂNCIA DA RENDIÇÃO DIANTE DA MENTE ADQUIRIDA
Até praticar a rendição, a dimensão espiritual de você é algo sobre o que você lê, de que fala, com que fica entusiasmado, tema para escrita de livros, motivo de pensamento, algo em que acredita... ou não, seja qual for o caso. Não faz diferença. Só quando você se render é que a dimensão espiritual se tornará uma realidade viva na sua vida. Quando o fizer, a energia que você emana e que então governa a sua vida é de uma frequência vibratória muito superior à da energia mental que ainda comanda o nosso mundo. Através da rendição, a energia espiritual entra neste mundo. Não gera sofrimento para você, para os outros seres humanos, nem para qualquer forma de vida no planeta. (Eckhart Tolle em , A Prática do Poder do Agora, pág. 118)